Rua Stefano Soik, 210 - Curitiba - PR
(41) 3071-1515
contato@rolsul.com.br

Curso de Inspetor de Manutenção Industrial.

 Em todo este processo de controle para manter a produtividade sempre em dia, aumentando os lucros e diminuindo os custos consideravelmente, é que os gestores das fábricas de pequeno, médio e grande porte contam com profissionais especialistas em identificar possíveis avarias e falhas dos equipamentos e componentes, detectando o menor sinal de fogo.

 É o inspetor de manutenção, o profissional responsável pelo controle, avaliação e fiscalização de todo o processo de produção de toda a empresa. Sua principal função é coletar, avaliar e analisar os dados com a finalidade de prever toda e qualquer eventual falha em uma máquina, equipamento ou componente, planejando como e quando tal elemento de máquina será reparado ou substituído.

 A inspeção visual é uma das técnicas de manutenção de maior simplicidade em sua realização, e de menor custo operacional. Esta prática depende do poder de observação do inspetor de manutenção e da capacidade técnica do mesmo de compreender o significado da avaria ou falha.

 Por sua simplicidade, não há nenhum processo industrial em que ela não esteja presente, normalmente sendo utilizados na verificação das alterações dimensionais, desgastes, corrosões, deformações, alinhamentos, trincas, entre outras anormalidades.

 

Conteúdo Programático.

  1. Manutenção Estratégica.

1.1. As fases de desenvolvimento Empresariais.

1.2. Porque precisamos fazer Manutenção.

1.3. História da Manutenção.

1.4. Conceitos.

1.5. Políticas de Manutenção.

1.6. Ferramentas Estratégicas.

1.7. Características da Manutenção.

1.8. Excelência Operacional.

1.9. Paradigmas.

1.10. O que devemos saber sobre Manutenção.

1.11. Gerenciamento das Atividades.

 

  1. Análise de Falha.

2.1. Introdução.

2.2. Conceitos e Definições.

2.3. Metodologia.

2.4. Ferramentas Aplicadas.

2.5. Desenvolvimento.

2.6. Reflexão sobre Causa Raiz.

2.7. Exame Visual.

2.8. Simulações Práticas.

 

  1. Hidráulica Básica.

3.1. Introdução.

3.2. Conceitos Básicos

3.3. Fundamentos da Hidráulica.

3.4. Atuadores Hidráulicos.

3.5. Direcionadores e Controladores Hidráulicos.

3.6. Fluídos Hidráulicos.

3.7. Contaminações Hidráulicas.

3.8. Simbologia Hidráulica.

3.9. Circuitos Hidráulicos.

3.10. Interpretação dos Circuitos Hidráulicos.

 

  1. Lubrificação Classe Mundial.

4.1. Introdução.

4.2. Paradigmas.

4.3. História da Lubrificação.

4.4. Porque devemos Lubrificar.

4.5. Normas para Lubrificação.

4.6. Classificação dos Lubrificantes.

4.7. Tipos de Lubrificantes.

4.8. Características dos Lubrificantes.

4.9. Falhas de Lubrificação.

4.10. Especificação do Lubrificante.

4.11. Cálculos de Lubrificação.

4.12. Contaminações.

4.13. Procedimentos Operacionais.

 

  1. Desenho Técnico Industrial.

5.1. Introdução.

5.2. Informações Gerais.

5.3. Vistas.

5.4. Cotas.

5.5. Contagem.

5.6. Símbolos e convenções.

5.7. Indicação de estado de superfície.

5.8. Tolerância.

5.9. Tabela para aplicação.

 

  1. Metrologia Industrial.

6.1. Introdução.

6.2. História da medição.

6.3. Conceitos.

6.4. Sistema Internacional de Medidas.

6.5. Cálculos.

6.6. Instrumentos de medição.

6.7. Calibrações.

6.8. Paralaxe.

6.9. Métodos de Medição.

6.10. Exercícios Práticos.

 

  1. Elementos de Máquinas.

7.1. Rolamentos.

7.2. Retentores.

7.3. Correias.

7.4. Cabos de Aço.

7.5. Filtros.

7.6. Mangueiras.

7.7. Engrenagens.

7.8. Eixos.

7.9. Mancais.

7.10. Válvulas.

7.11. Bombas.

7.12. Redutores.

7.13. Unidades Hidráulicas.

7.14. Compressores.

7.15. Atuadores.

 

  1. Ajustagem Industrial.

8.1. Introdução.

8.2. Conceitos.

8.3. Tecnologia da ajustagem.

8.4. Tolerâncias e ajustes.

8.4.1. Terminologia das tolerâncias.

8.4.2. Terminologia dos ajustes.

8.4.3. Sistemas de tolerâncias e ajustes.

8.5. Aplicação dos Instrumentos.

8.5.1. Fixação.

8.5.2. Traçagem.

8.5.3. Limagem.

8.5.4. Serragem.

8.5.5. Raspagem.

8.5.6. Esmerilhagem.

8.5.7. Lixamento.

8.5.8. Furação.

8.5.9. Roscar.

8.5.10.Rebitagem.

 

  1. Alinhamento de Máquinas Industriais.

9.1. Introdução.

9.2. Conceitos de desalinhamentos.

9.3. Tipos de desalinhamentos.

9.4. Causas de desalinhamentos.

9.5. Sintomas de desalinhamentos.

9.6. Consequências dos desalinhamentos.

9.7. Conceitos de alinhamentos.

9.8. Tolerância de Alinhamentos.

9.9. Tipos de Alinhamentos.

9.10. Erros de Alinhamentos.

9.11. Metodologia de Alinhamento.

9.12. Formulação e Cálculo de calços.

9.13. Interpretação dos Instrumentos.

9.14. Alinhamento Passo a Passo.

9.15. Competências.

9.16. Exercícios Práticos.

 

  1. Materiais de Construção Mecânica.

10.1. Introdução.

10.2. Noções gerais dos materiais.

10.3. Propriedades mecânicas.

10.4. Siderurgia.

10.5. Processo de fabricação do aço.

10.6. Diagrama de equilíbrio das ligas de aço carbono (Fe3C).

10.7. Materiais metálicos não ferrosos.

10.7.1. Ferro fundido.

10.7.2. Aços.

10.7.3. Classificação e composição dos aços.

10.7.4. Tipos de aços.

10.7.5. Influências dos elementos constituintes

10.8. Meios de conformação dos materiais.

10.8.1. Laminação.

10.8.2. Extrusão.

10.8.3. Trefilação.

10.8.4. Forjamento.

10.9. Tecnologia de ensaios mecânicos.

10.9.1. Ensaio de tração.

10.9.2. Ensaio de tensão e deformação na tração.

 

  1. Soldagem Industrial.

11.1. Introdução.

11.2. Conceitos.

11.3. Aplicações.

11.4. Vantagens da solda.

11.5. Desvantagens da solda.

11.6. Consequências da soldagem.

11.7. Princípios de Soldagem.

11.8. Processos de Soldagem.

11.9. Normas de Soldagem.

11.10. Documentação de Soldagem.

11.11. Especificação de Consumíveis.

11.12. Competências.

 

  1. Segurança Industrial.

12.1. Princípios Básicos de Segurança durante e Inspeção.

 

  1. Documentação Técnica.

13.1. Conceitos.

13.2. Softwares de Gerenciamento da Manutenção.

13.3. Arquivo Técnico da Manutenção.

13.4. Documentação de Soldagem.

13.5. Assinaturas de Responsabilidades Técnicas.

13.6. Laudos Dimensionais.

13.7. Relatórios Técnicos.

13.8. Procedimentos.

13.9. Literaturas Técnicas.

13.10. Sistemas SPM.

13.11. Atas de Reuniões.

13.12. Período de Armazenagem.

 

  1. Inspeção Técnica Industrial.

14.1. Princípios Básicos.

14.2. PPCM.

14.3. Programa de Inspeção.

14.4. Análise de Inspeção dos elementos de Máquinas.

14.5. Dispositivos de Apoio.

14.6. Funções do Inspetor.

14.7. Postura Profissional.

 

  1. Competências.

15.1. CHA.

 

  1. Motivação.

 

  1. Reflexão.

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*